Conheça as iniciativas da Funfarme no Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher - Hospital da Criança e Maternidade

Conheça as iniciativas da Funfarme no Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher

29/11/2023

No Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher, é importante lembrar o compromisso da Funfarme, fundação mantedora do Hospital de Base (HB) de Rio Preto e do Hospital da Criança e Maternidade (HCM), com o Projeto Acolher, principal iniciativa no combate à violência sexual no Noroeste Paulista.

O Acolher oferece atendimento completo às vítimas de violência, incluindo assistência médica, psicológica e social. Além de prevenir o contágio por HIV, hepatites virais e ISTs, o projeto também ajuda as vítimas a denunciar seus agressores.

De janeiro a outubro de 2023 foram registrados 383 casos de violência contra a mulher, somente nas unidades da Funfarme. Desses, 158 (41,3%) foram casos de violência sexual, 123 (32,1%) foram tentativas de suicídio ou autoagressão, 91 (23,8%) foram casos de violência física e 11 (2,9%) foram classificados como outras formas de violência.

É alarmante que, em 86% dos casos, o agressor seja do sexo masculino. Os mais comuns são cônjuges ou namorados, seguidos por desconhecidos ou amigos da vítima. Pais e padrastos também estão entre os agressores identificados.

O Projeto Acolher é uma resposta importante a essa difícil realidade. Ele não apenas oferece atendimento médico às vítimas, mas também garante o encaminhamento adequado para o Conselho Tutelar e a Medicina Legal. Além disso, o projeto realiza acompanhamento ambulatorial, afim de ajudar vítimas a lidar com as consequências físicas, psicológicas e sociais da violência.

Este é um trabalho intenso e em constante aperfeiçoamento. Atualmente, o Serviço de Psicologia do hospital desenvolve cartilhas informativas para pacientes e profissionais de saúde, afim de destacar a importância de uma abordagem abrangente, para proteger os direitos humanos, sexuais e reprodutivos das mulheres.

A violência contra a mulher é um problema grave que precisa ser combatido. A Funfarme entende que o atendimento imediato após o crime é essencial na superação do trauma e a instituição está de portas abertas, todos os dias da semana, 24 horas por dia, para acolher toda vítima de violência.


Mais Notícias

Veja mais notícias >