No Dia Mundial do Rim, Funfarme/Famerp atende cerca de 550 pessoas, 50% mais do que no ano passado

10/03/2016

Para evidenciar o Dia Mundial do Rim, comemorado nesta quinta-feira, 10 de março, e alertar a população sobre a importância da prevenção de doenças renais, a Funfarme e a Famerp realizaram, gratuitamente, testes de uroanálise (testes rápidos de urina), glicemia e aferição de pressão em pacientes, acompanhantes e demais visitantes que passaram pela Emergência do SUS do Hospital de Base. Ao final das seis horas de atendimentos, foram realizados cerca de 550 testes, aumento de 50% em relação ao ano passado.

O evento mobilizou cerca de 30 profissionais de Saúde, alunos e residentes de medicina, aperfeiçoando e aprimorandos de enfermagem e estudantes e técnicos de enfermagem. Ao mesmo tempo, profissionais do Hospital da Criança e Maternidade distribuíram panfletos e deram orientações aos pacientes e visitantes da instituição, já que o tema da campanha deste ano foi “Prevenção da doença renal começa na infância”.  

“A doença renal crônica em crianças é relativamente rara, porém, quando ocorre, traz consequências devastadoras, e o tratamento é difícil, caro e trabalhoso”, afirma o nefrologista e diretor clínico do Hospital de Base, Dr. João Fernando Picollo.

O nefrologista explica que a doença renal compromete muito o crescimento e o desenvolvimento da criança e adolescente, por isso, a descoberta o mais cedo possível da DRC é fundamental. “Existem evidências científicas de que a progressão da doença renal pode ser retardada, desde que o diagnóstico seja feito a tempo de permitir a adoção de medidas terapêuticas apropriadas, reduzindo as consequências em crianças, adolescentes e até mesmo em adultos”, completa Dr. Picollo.

Embora o foco em 2016 tenha sido as crianças e jovens, os profissionais destacaram também as ações de prevenção entre adultos e idosos. “As entidades e médicos envolvidos, em todo o mundo, querem esclarecer a população que a doença renal pode ser detectada previamente, através da dosagem de creatinina e urina tipo 1, principalmente idosos hipertensos diabéticos, obesos e quem tem doença renal na família”, declara Dr. Horácio José Ramalho, nefrologista e diretor-executivo da Funfarme.

O evento foi um sucesso, na avaliação da enfermeira Rita de Cássia Helu Ribeiro, supervisora do Programa de Aprimoramento da Enfermagem da Nefrologia da Funfarme/Famerp. “O aumento significativo de pessoas que procuraram atendimento demonstra o quanto esta ação é importante. Vários setores da Funfarme e Famerp participaram, colaborando para o sucesso.”  

A importância de ações como a realizada nesta quinta-feira no Hospital de Base e da campanha fica evidente, por exemplo, quando se acompanha histórias como a do  aposentado Luis Paulo Fernandes de Oliveira, de 63 anos. Ao saber do atendimento na Emergência do HB, decidiu fazer os testes, sem saber que, por ser diabético, integra um dos grupos de risco a ter problemas nos rins. Enquanto era atendido, Oliveira confessava que não fazia exames nos rins há mais de 10 anos, quando foi surpreendido pelo diagnóstico: um de seus exames apresentou alterações. “Eu não sabia que podia ter problemas renais por causa do diabetes. Por sorte, resolvi fazer os exames e descobri que posso ter complicações no futuro. Vou procurar tratamento o quanto antes”, disse o aposentado, morador de Rio Preto.

Elder Ferreira dos Santos, de 17 anos, tem o perfil alvo da campanha mundial deste ano: jovens e crianças. Ao se deparar com a ação, resolveu realizar os exames para saber mais sobre o assunto. “Eu já sei quais são os sintomas de uma diabetes e da pressão alta. Tento sempre estar atento a eles e poder fazer os exames hoje me deu tranquilidade, já que os resultados não mostraram nenhuma alteração. Além disso, vou tentar controlar a quantidade de sal e açúcar no dia a dia.”

O Hospital de Base atende atualmente cerca de 300 pacientes com doença renal crônica, número que aumentou 38% nos últimos 10 anos. Desde 1992, quando iniciou o transplante de rim, o HB já realizou mais de 1.120 procedimentos. No Brasil, existem cerca de 120 mil pacientes em diálise.

 


Mais Notícias

Lucy Montoro de Rio Preto promove Carnaval inclusivo com trio elétrico, passistas e samba-enredo [+] Funfarme amplia TMO e passa a fazer transplante de medula óssea também em crianças [+] Governo de SP renova convênio com a Funfarme no valor de R$ 216 milhões para o custeio do HCM e HB [+] Complexo HCM / HB realiza o 8º transplante de coração em criança de sua história [+] Funfarme Materna 2020 [+] Complexo Funfarme ocupa o 2º lugar no Estado em número de internações hospitalares [+] HCM pode atender crianças com cardiopatia congênita do Estado do Amazonas [+] Este ano, Funfarme distribui 16% a mais de kits escolares aos filhos de colaboradores, estagiários... [+] Oncologia Pediátrica do HCM promove festa de Natal para pacientes do setor [+] Encontro de prematuros do HCM reúne pais de recém-nascidos internados, profissionais e crianças... [+] Bady Bassitt e Funfarme renovam parceria solidária em doações do imposto de renda [+] Deputado Luiz Carlos Motta assegura apoio a novos projetos do Hospital de Base [+] Cadastro de Doulas Voluntárias - 02/2020 [+] Profissionais do HCM enfeitam bebês da UTI Neonatal com fantasias no Dia das Crianças [+] HCM promove, em parceria com a Braile Biomédica, jantar de gala para comemorar aniversário de 50... [+] Pacientes do HCM divertem-se, mais uma vez, com oficina de massinha slime [+] Aula magna de técnicas de neuro modulação invasivas e não invasivas [+] Bazar solidário realizado por Paula Vaccari e Natália Toscano arrecada fundos para UTI Móvel do... [+] HCM promove oficina de slime e antecipa o Dia das Crianças de pacientes internados [+] Pacientes do HCM assistem a espetáculo do Circo Tihany no hospital [+]
Veja mais notícias >