HCM comemora alta hospitalar do bebê que nasceu com 440 gramas, o menor peso na história do hospital - Hospital da Criança e Maternidade

HCM comemora alta hospitalar do bebê que nasceu com 440 gramas, o menor peso na história do hospital

05/12/2017

O Hospital da Criança e Maternidade (HCM) comemora nesta terça-feira, 5 de dezembro, a vitória da vida celebrada pela pequenina Hianny Gonçalves, o bebê a nascer com o menor peso nos quatro anos completados em outubro pela instituição. Quatro meses e 22 dias depois daquele 13 de julho, quando Hianny nasceu com apenas 440 gramas e 26 centímetros, ela recebeu a alta hospitalar nesta tarde para, finalmente, ficar em casa, ao lado da família. E deixa o HCM saudável, pesando 1 quilo e 835 gramas.

A pequena heroína tinha peso cerca de 7 vezes menor do que o de um recém-nascido de 9 meses quando veio ao mundo após 6 meses de gestação. Sua mãe, a dona-de-casa Andréia Gonçalves Ferreira, moradora do distrito de Talhado, em Rio Preto, faz questão de dizer da sorte de ter o Hospital da Criança e Maternidade próximo a sua casa. “É o melhor hospital do mundo, da milha vida. Eu e minha família agradecemos a Deus por termos um lugar desses perto da gente”, disse.

Alegria compartilhada pela equipe multiprofissional do HCM, pois a história de Hianny, como dezenas de bebês prematuros nestes quatro anos, demonstra a condição do Hospital da Criança e Maternidade como centro de referência em gestação de alto risco e do Método Canguru no Estado de São Paulo.

Hipertensa, a mãe deu entrada no HCM com o feto correndo risco de vida, o que levou a equipe a realizar o parto cesárea de urgência. “O que nos preocupou também é que, além de prematura, ela tinha peso muito baixo. Recém-nascidos de 27 semanas (6 meses) têm 800 a 900 gramas, o dobro do peso de Hianny. Por isso, estamos todos muito felizes hoje”, afirmou a pediatra neonatologista Fernanda Micheloni.

Durante estes quatro meses, a bebê, assim como todos os prematuros, recebeu atenção especial de equipe multidisciplinar, formada por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, entre outros, da UTI Neonatal, UTI Semi-intensiva até chegar, no dia 22 de novembro, ao 8º andar do HCM, onde adota-se o Método Canguru. Nestas últimas três semanas, mãe e filha permanecerem juntas, como preconiza o Método Canguru, tendo a assistência de toda equipe.

“A mãe aprendeu todos os procedimentos que devem ser feitos corretamente para um bebê prematuro como sua filha, como amamentação, troca de fralda, a posição canguru e os riscos que ela corre, como ter refluxo e hipotermia, se não estivermos atentos”, explicou a médica pediatra Lilian Beani, coordenadora do Método Canguru no HCM.

O vínculo entre o hospital, Andréia e Hianny continua estreito. A cada dois dias, elas devem comparecer ao hospital para a equipe multidisciplinar fazer avaliação criteriosa da bebê, acompanhando seu crescimento, ganho de peso e saúde. “Hianny só receberá alta médica mesmo quando atingir os 2 quilos e meio e constatarmos que continua bem de saúde”, disse Dr. Lilian. “Estamos muito orgulhosos e felizes pois, como tantos outros prematuros, ver Hianny saudável e sua família feliz é nossa maior recompensa”, conclui a coordenadora do Método Canguru no HCM.


Mais Notícias

Novembro Dourado: Mês de Combate ao Câncer Infantojuvenil [+] CardioPedBrasil celebra 20 anos de atuação no tratamento de cardiopatias congênitas [+] Dia Mundial da Prematuridade: HCM Rio Preto tem a maior UTI Neonatal do interior paulista e a 3ª... [+] Digital influencer e esposa do cantor sertanejo Zé Neto, Natália Toscano, comemora número de... [+] CardioPedBrasil – Centro do Coração da Criança do HCM é a primeira instituição da América... [+] Equipes médicas e de enfermagem se vestem a caráter para o Halloween [+] Pacientes da Oncologia Pediátrica do HCM participam de atividades para comemorar Halloween [+] HCM recebe doação de sabonetes líquidos para bebês da empresa Rioquímica [+] CardioPedBrasil recebe doação de brinquedos [+] Oficina de pintura em gesso e distribuição de naninha marcam início da semana das crianças na... [+] HCM recebe doações de naninhas, kits com guloseimas, livros e peças em gesso para pintura [+] Colaboradora Aparecida Donizeti Castelani se despede da CardioPedBrasil após 24 anos de... [+] Mãe e filha confeccionam e doam naninhas para pacientes da Oncopediatria do HCM [+] Família faz doação de kits e tablets para equipe da CardioPedBrasil [+] CardioPedBrasil recebe doação de brinquedos [+] Deputada de Rondônia Sílvia Cristina visita HCM e HB [+] Ministro da Saúde assina convênio para instalar o segundo acelerador linear no Hospital de Base... [+] Especialistas da CardioPedBrasil do HCM fazem alerta para a importância do diagnóstico precoce nas... [+] Obesidade infantil quase quadruplicou nas últimas 3 décadas e pode acarretar sérios problemas de... [+] Serviço de Transplante de Medula Óssea da Funfarme realiza o maior número de procedimentos... [+]
Veja mais notícias >