Localização

Governo de São Paulo coloca o HB/HCM como referência para o país em captação de órgãos e tecidos

27/04/2018

Dra. Marizete Monteiro, coordenadora do Sistema de Transplantes do Estado de São Paulo (SET-SP), esteve no Hospital de Base (HB) de Rio Preto na manhã desta quinta-feira, 26 de abril, para apresentar um panorama sobre as doações no Estado de São Paulo aos 40 representantes das 14 Comissões Intra-Hospitalares de Doações de Órgãos e Tecidos (CIHDOTT) de Rio Preto e Região. As CIHDOTTs são equipes especializadas em abordar os familiares de potenciais doadores para viabilizar doações e que atuam em hospitais da região.

Além disso, a médica do SET traçou um comparativo entre as Organizações de Procura de Órgãos (OPOs) e colocou a atuação da OPO-HB como referência para todas as outras Organizações. “Se comparássemos o HB a um país, o hospital seria o maior, como é a Espanha em questão de doadores viáveis. Se comparássemos a um Estado brasileiro, seria Santa Catarina. Ou seja, a OPO do HB é a referência no assunto, inclusive nacionalmente” comparou a coordenadora durante a apresentação.

Já o coordenador da Organização no HB, Dr. João Fernando Picollo, atribuiu os altos números ao trabalho em parceria com os colegas de 16 CIHDOTTs. “Temos a menor taxa de recusa do Estado (27%) e o maior número de doadores viáveis (34, em 2017). Se isolássemos os números para os da Funfarme, certamente não seriam tão expressivos como são hoje. Isso se dá graças à participação de todos em nossos treinamentos de abordagem familiar e, claro, à dedicação de vocês”, apontou, Dr. Picollo.

Ainda quando se reuniam no mezanino do HB, uma captação de múltiplos órgãos de um doador de 12 anos ocorria no Hospital da Criança e Maternidade (HCM). Foram doados fígado, rins, pulmão e córneas e a ação mobilizou cirurgiões do HCM, de outras entidades de saúde, polícia militar e guarda civil. “Nós estamos desenvolvendo trabalho com todas as OPOs do Estado para que um curto prazo todos consigamos essa baixa taxa de recusa de doações, como aqui na Fundação. Além disso, o Estado de São Paulo está abrindo vaga para que o SUS pague transplante em hospitais particulares, se eles quiserem. Tudo com a intenção de trabalharmos com a excelência que vemos no HB e de ajudar a salvar mais vidas”, pontua Dra. Marizete.


Mais Notícias

Profissionais do HCM enfeitam bebês da UTI Neonatal com fantasias no Dia das Crianças [+] HCM promove, em parceria com a Braile Biomédica, jantar de gala para comemorar aniversário de 50... [+] Pacientes do HCM divertem-se, mais uma vez, com oficina de massinha slime [+] Aula magna de técnicas de neuro modulação invasivas e não invasivas [+] Bazar solidário realizado por Paula Vaccari e Natália Toscano arrecada fundos para UTI Móvel do... [+] HCM promove oficina de slime e antecipa o Dia das Crianças de pacientes internados [+] Pacientes do HCM assistem a espetáculo do Circo Tihany no hospital [+] Senador Major Olímpio vem a Rio Preto e faz questão de visitar Funfarme [+] Funfarme promove treinamento para voluntários que atuam em ambiente hospitalar [+] Deputado Federal Capitão Derrite visita Funfarme para estudar novas parcerias [+] Funfarme recebe R$ 461 mil reais de destinação solidária do imposto de renda de empresas e... [+] Equipe da Cirurgia Pediátrica do HCM participa do Congresso Paulista e Jornada Brasileira de... [+] Em primeiro simpósio, HCM debate os benefícios do parto normal para mãe e bebê [+] Pacientes e acompanhantes da Funfarme contam com nova Casa de Acolhimento [+] II Simpósio de Neonatologia do HCM traz novidades que ajudam a diminuir o tempo de internação de... [+] Comunidade de Palmeira D’Oeste doa 1 tonelada de frutas ao Hospital da Criança e Maternidade e... [+] Funfarme presenteia colaboradores que mais venderam ingressos para Quarta Solidária do Rodeio... [+] HCM veste bebês prematuros de super-heróis no Dia dos Pais [+] II Simpósio de Aleitamento Materno fecha semana de atividades com o tema no HCM [+] Governador do Estado de São Paulo visita Funfarme para anunciar recursos e aquisição de... [+]