Localização

Em evento raro, num só dia, HB e HCM captam órgãos e tecidos de três doadores que podem beneficiar 14 pessoas

03/02/2017

Centro de referência de transplante de órgãos e tecidos no Estado de São Paulo, o complexo da Funfarme viveu, nesta sexta-feira (3 de fevereiro), um dia raro em seus quase 40 anos de existência. Numa demonstração do mais puro altruísmo, três famílias de cidades da região, mesmo vivendo a enorme dor da perda de entes queridos, aceitaram doar os órgãos e tecidos deles, o que irá beneficiar 14 pessoas que aguardam por eles na fila de transplantes.

Os doadores são uma moça de 25 anos, de Guapiaçu, um rapaz de 23 anos, de Guaraci, e uma menina de 12 anos, de José Bonifácio. A moça, vítima de acidente de moto, pode doar os pulmões, fígado, córneas, rins e ossos (fêmur e tíbia). Após sofrer um AVC, o rapaz não resistiu e doou os rins. A criança morreu em decorrência de infecção no cérebro e doou o fígado, rins e córneas.

Desde a quinta-feira até o início da noite desta sexta-feira, mais de 60 profissionais do Hospital de Base de Rio Preto (HB), do Hospital da Criança e Maternidade (HCM) e da Organização de Procura de Órgãos (OPO) foram mobilizados para que as famílias concordassem com a doação e as cirurgias fossem realizadas, envolvendo equipes de vários Serviços do HB e HCM.

É sempre uma luta contra o tempo, já que há um limite de horas para cada órgão ser transplantado, do contrário ele é perdido. Por exemplo, no caso do pulmão, do momento da retirada do corpo do doador até o seu transplante para o receptor devem transcorrer, no máximo, 6 horas. No caso do fígado, 12 horas. Rins, 30 horas.

Os procedimentos cirúrgicos envolveram também médicos do Instituto do Coração (Incor) de São Paulo, para onde foram levados os pulmões da moça, e do Hospital Bandeirantes, também da capital paulista, destino do fígado e um dos rins da menina.

O nefrologista João Fernando Pícollo, coordenador da OPO, faz questão de enaltecer a atitude das três famílias. “Todos os profissionais dos hospitais empenham-se ao máximo para que possamos salvas muitas vidas e em respeito e consideração pelo gesto de grandeza dos pais, irmãos, filhos, enfim dos familiares desses doadores”, declarou Dr. Pícollo.

Gestos deste moradores de Guapiaçu, Guaraci e José Bonifácio, assim como a conscientização cada vez maior da população, aliados ao trabalho de profissionais dos hospitais é que fazem com que a região de Rio Preto tenha a média de 25 doadores de órgãos e tecidos por milhão de habitantes, quase o dobro da média do Brasil (14 doadores/milhão).


Mais Notícias

Internada há 400 dias no HCM, paciente ganha festa para comemorar seu 11º aniversário [+] HCM realiza 1º Fórum de acolhimento com classificação de risco [+] Equipe multiprofissional do HCM presenteia bebês da UTI Neonatal [+] HCM distribui brinquedos para pacientes em ação solidária [+] Na semana da criança, HCM distribui brinquedos para pacientes da Oncologia pediátrica [+] HCM alegra as crianças da Unidade Canguru com orelhinhas do Mikey Mouse [+] Crianças da Oncologia Pediátrica do HCM ganham brinquedos e festa em homenagem ao seu Dia [+] Funfarme/Famerp realiza 6ª edição de Jornada da Psicologia na instituição [+] Funfarme encerra 25ª Semana de Prevenção de Acidentes de Trabalho com show de ‘’prata da... [+] Cadastro de doulas - Setembro de 2018 [+] 25ª edição da SIPAT da Funfarme tem como tema cultura, ciência e tecnologia [+] Referência captação e transplantes de órgãos no Brasil, Funfarme realiza seu 1º Congresso na... [+] HCM promove I Encontro de Atenção às Crianças com Deficiência Intelectual e Múltipla [+] Funfarme aborda atualizações em exames laboratoriais de detecção da sífilis [+] HCM realiza ação da Semana Mundial de Aleitamento no Shopping Cidade Norte [+] Projeto Acolher é destaque em palestra sobre “Atenção Integral às Pessoas em Situação de... [+] HCM promove ações para mães na Semana Mundial do Aleitamento Materno [+] Médicos da Funfarme e americanos trocam experiências no 3º Encontro Internacional do HCM sobre... [+] HCM chama a atenção para doenças no coração das crianças com a 1° Caminhada de... [+] Funfarme tem caldeira abastecida com lenha ecológica de reaproveitamento. Uma iniciativa... [+]